Páginas

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009


Eu canto porque o instante existe E a minha vida está completa Não sou alegre, nem sou triste: - Sou poeta."






"Sou entre flor e nuvem,
estrela e mar.
Por que havemos de ser unicamente humanos,
limitados em chorar?"



Dize:
O vento do meu espírito
soprou sobre a vida.
E tudo que era efêmero
se desfez.
E ficaste só tu, que és eterno . . .



Cecília Meireles
In: Cânticos

2 comentários:

Descanso da Alma disse...

Cecília sempre uma excelente medida para se pensar, extasiar e amar.

Lindo poema, linda canção, tudo lindo.

Saudades de sua presença no mundo virtual.

Paz e bem

Lucilene Soares disse...

Thiago, querido amigo e poeta!
Muito obrigada por comentar... bom ver você aqui. :)Logo estarei de volta!

Abração.

Paz e bem!

Related Posts with Thumbnails
Share |