Páginas

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Projeto Canção para o Rio - Solidar

Depois de uma longa caminhada pelas áreas atingidas, conversando com pessoas, ouvindo histórias, levando mantimentos, vendo de perto a dor dos desabrigados, José Barbosa Junior volta pra casa e escreve isto:



Solidar

Só quem lida com a dor
sólida, forte e atroz
sofre o seu dissabor
garganta fechada em nós

Solidão de quem espera
o filho que já não vem
tristeza que dilacera
o pouco que ainda tem

Solidez que se esvai
ao simples rolar do rio
tão pesado ele cai
furioso no seu desvario

Solitário o meu canto
ecoa por entre a chuva
as lágrimas e o pranto
do órfão e da viúva

Solidar o que sobrou
dos cantos dessa cidade
e o canto que me restou
é o da solidariedade.

José Barbosa Junior & Gladir Cabral

Via: Descanso da Alma
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails
Share |