Páginas

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Encerrando ciclos


Enquanto não encerramos um capítulo,
não podemos partir para o próximo.
Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora,
soltar, desprender-se.
As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Encerrando ciclos.
Não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba,
mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. 

Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é."
.-Fernando Pessoa-.

5 comentários:

Raquel disse...

Foi bom ler...é bom lembrar que podemos jogar apostando em várias
possibilidades.

Eduardo Medeiros disse...

Lu, tudo bem?

A frase que fecha o poema é singular: "Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é."

Ou como dizia Nietzsche, "torna-te quem tu és".

A mudança e a evolução são a própria alma da criação.

Anônimo disse...

Excellent piece. When we close the door, a window opens.

Bleffe disse...

Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

Música em troca de Fraldas

Vanessa Souza Moraes disse...

Love FP.

Related Posts with Thumbnails
Share |